Esta semana tivemos o prazer de organizar uma viagem de imprensa a Portugal para apresentar o universo do Pestana Hotel Group a um grupo de jornalistas dos segmentos de estilo de vida, viagens e gastronomia.

Uma viagem de imprensa é uma ótima oportunidade para apresentar um novo cliente aos meios de comunicação. É a melhor fórmula para transmitir a filosofia de uma marca.

As experiências memoráveis, a autenticidade e a personalização são tendências que cada dia tomam mais força no universo turístico. Os viajantes procuram misturar-se na cultura local e descobrir os encantos de um destino através de seus cidadãos. Porque não fazer o mesmo com um jornalista para que, no momento de escrever sobre uma marca, possa transmitir aos leitores experiências mais autênticas?

Uma viagem de imprensa permite que ao jornalistas descubrir as qualidades de um hotel, de um destino, de um restaurante ou de uma empresa de turismo em primeira mão. Esta forma permite-lhe ter mais conhecimento e uma visão pessoal sobre o que escreve em comparação do que quando lê um comunicado de imprensa ou faz download do dossiê e das imagens da empresa. Além disso, o facto de fornecer acesso ao conteúdo de forma exclusiva, surpreendê-o e fá-lo sentir-se VIP – com detalhes inesperados durante a viagem – é o caminho para estabelecer relações e vínculos do profissional com a marca.

Com base na nossa experiência, este tipo de ações de comunicação geram um retorno de cobertura muito mais amplo e valioso, tanto em revistas ou jornais quanto nas redes sociais. Como especialistas em viagens e estilo de vida, os jornalistas tornam-se, durante a viagem, verdadeiros embaixadores da marca.

 

Uma viagem de imprensa requer uma coordenação complexa para que tudo fique perfeito. Portanto, nas agências de comunicação, temos fornecedores confiáveis ​​e marcas colaboradoras, além de trabalhar lado a lado com a equipa do cliente. Além disso, como agência, é muito mais fácil obter sinergias com companhias aéreas, transferências, com os escritórios de turismo do destino, etc., e assim oferecer valor acrescentado ao cliente.

Outro factor fundamental a ter em conta é a seleção de meios de comunicação convocados para a viagem. É desejável que eles não sejam concorrentes uns dos outros e, se possível, tenham uma certa afinidade nos gostos e idades para que seja criado um grupo com boa relação para que seja uma agradável viagem.

Além disso, para nós agência, uma visita ao local também nos permite conhecer pessoas com quem trabalhamos diariamente mas não nos conhecemos pessoalmente.  Num ambiente mais lúdico e descontraído estreitamos as relações com o nosso cliente.

Em conclusão, as sinergias entre os jornalistas, empresas de media e o cliente; as experiências memoráveis ​​e as surpresas em primeira mão para os jornalistas; e um grande retorno sobre o investimento em uma conversa sobre a marca, são alguns dos muitos benefícios que pode trazer a organização de uma viagem de imprensa através de uma agência de comunicação.